Adoção de um cão adulto

Véspera de carnaval, a família estava preparada para viajar e aproveitar alguns dias de descanso quando nossa casa foi assaltada. Segundo a Brigada Militar era alvo fácil por ser a única da rua que não tinha cães. Após muito diálogo a possibilidade de ter um cão se tornou real, precisávamos de um cachorro porte médio-grande, adulto que cuidasse da casa. Procurei abrigos que tivessem cães para adoção (comprar uma vida não era opção).

Entrei em diversos sites e não foi fácil escolher os candidatos adultos. As pessoas querem adotar somente os filhotes e, com o passar do tempo os cachorros que têm mais idade ficam para trás e a maioria nunca encontra um lar. Assim, estão condenados a passar toda sua vida num abrigo, muitas vezes presos pela falta de espaço e pela quantidade de cães.

No primeiro contato por telefone, muitos nomes foram citados entre eles “Pako”. Quando chegamos ao abrigo mais de 150 animais aguardavam adoção. Minha irmã e eu gostamos de outros (vários) cães, um mais lindo, querido e fofo do que o outro. Infelizmente não poderíamos levar todos para a casa, precisávamos escolher somente um.

Lá estava o Pako, com latido de cachorrão feroz daqueles que põe medo em qualquer ladrão. Minha mãe ficou encantada e decidiu “vamos levar o Pako!” num primeiro momento não gostamos da idéia, pois ele era muito grande e ficamos com medo (confesso). Levamos o cachorrão para casa. Aliás, ele não tinha casa e acho que essa foi a parte mais legal da adaptação, nós construímos a casa dele enquanto ele ficava em volta nos conhecendo melhor.

A vantagem de adotar um cão adulto é adaptação, ele sabe onde fazer as necessidades, não chora por qualquer motivo como um filhote, não destrói tudo o que encontra, tem maior capacidade de compreensão assim quando faz algo que não deve fica mais fácil educá-lo.

Adotamos três cães a sem duvida a mais tranqüila foi a do Pako adotado com quatro anos. Antes de se tornar um membro da família ele havia sido adotado e devolvido duas vezes por não ter se adaptado. Acredito que um pouco de amor, carinho e paciência torna tudo mais fácil.

Há milhares de cães e gatos em abrigos aguardando um lar. Não compre, adote.

Imagem

Anúncios