5 motivos para juntar cocô do seu cachorro!

Parece meio bobo e desnecessário criar um post para isso, mas é um recado extremamente necessário. Moro em um centro urbano e fico muito irritada com a falta de educação das pessoas que saem para passear com seus cães e não juntam o cocô que ele vai fazendo durante o “passeio”. Aqui em Porto Alegre a situação está caótica e tenho quase certeza de que não é diferente em outras cidades/bairros/estados.

.

1- Esse comportamento é inadmissível, primeiro porque é falta de educação;

A rua, caso alguém não saiba é pública, mas isso não quer dizer que é “de ninguém” e sim, que também é sua e de todos os cidadãos. Deixar a sujeira do seu cachorro é o mesmo que jogar lixo no chão, só que pior.

.

2- Não recolher o cocô do cachorro acaba com a simpatia dos seus vizinhos para com os animais.

É assim que nascem as malditas leis e condomínios contra os animais. Os condomínios não podem de fato proibir, mas isso gera inimizades, discussões sobre o assunto são estressantes e é preciso medir forças com os demais vizinhos. Os problemas sociais no condomínio já atrapalharam demais a vida de todos. Não precisa inventar mais um! O cachorro fez cocô, junta.

.

3- Não juntar o cocô do seu cachorro pode estimular a morte do seu cachorro e dos demais!

É muito mais comum do que gostaríamos de relatar, mas uma das coisas que mais incentiva os casos de envenenamento em vizinhanças, depois do barulho, com certeza é o mau cheiro e a falta de higiene dos tutores dos animais. Isso pode incentivar a pessoa (criminosa) a querer matar animais, com veneno ou qualquer coisa do tipo.  é crime, porém, até que se prove o bicho já morreu, e ninguém quer isso, certo?

.

4- Não recolher as fezes do seu cachorro oferece risco a saúde pública!

Parece exagero, mas não é. Em Jundiaí o caso foi levado tão à serio que tem lei (veja aqui). Além do incômodo pelo mau cheiro, as fezes expostas na rua podem causar doenças, como aquelas que “se pega” na praia, tipo bicho geográfico, e outras. Para para pensar… Não dá!

.

5- Deixar o cocô na rua atrapalha a vida das pessoas!

Acredite, às vezes nem é questão de ser desatento, em grandes centros, com o acúmulo de pessoas nas calçadas, às vezes fica impossível desviar rapidamente. Principalmente se outra pessoa já pisou e saiu espalhando porcaria por uma área ainda maior. Coloque-se no lugar das outras pessoas, ninguém é obrigado!

.

Como demonstrado nesses cinco itens, não dá! Se você tem cachorro, ou gato, ou qualquer outro animal de estimação, precisa ficar atento a higiene dele. A higiene reflete na sua vida, no bem estar da sua família e, quando o animal tem acesso à rua, você coloca o bicho em contato com a sua vizinhança e com as pessoas que frequentam o seu bairro. Então, seja educado, junte o cocô do seu cachorro, e, se me permitem: leve uma garrafa com água para lavar o xixi.

Esse é outro problema que, sinceramente… Também incomoda o cheiro de xixi para quem cuida de entrada de prédios, para quem circula pela cidade. É nojento! Você não quer estar associada a coisas sujas e fedidas, certo? Então, seja limpinho. Cocô e xixi na rua não é culpa do animal, e sim do seu tutor. Pense nisso! 😉

Anúncios